Descrição da variedade de endro abundante, suas características e rendimento

Descrição da variedade de endro abundante, suas características e rendimento

O endro abundante fala por si. A cultura é famosa por sua boa colheita e despretensão com o solo. Mesmo uma quantidade mínima de sementes semeadas fornecerá endro até a próxima temporada.

Descrição da variedade

A maturação da cultura demora em média 40 dias, o que dá todos os motivos para atribuir a planta às variedades de meia-temporada. O endro surge dentro de 10-12 dias após o desembarque. Os rebentos crescem até 130 cm de comprimento.

Descrição da cultura:

  • folhagem verde rica;
  • a partir de 1 metro quadrado, você pode coletar 3,5 kg da colheita;
  • sabor e aroma pronunciados;
  • verduras suculentas;
  • a massa de componentes úteis na composição;
  • tamanho médio das folhas e guarda-chuvas;
  • a possibilidade de armazenamento de longo prazo;
  • em média, 20 g de verduras são coletados de um arbusto.

A variedade abundante é adequada para vários usos: congelamento, secagem, consumo fresco, preparação de medicamentos.

Crescendo

O endro não entra em conflito com as plantas, portanto, pode ser cultivado próximo a qualquer plantação de jardim. A única exceção é o aipo. Não é recomendado semear endro na área onde esta cultura foi cultivada na safra passada.

As sementes de endro começam a germinar a 3 graus Celsius. No entanto, jardineiros experientes sabem que a temperatura ideal para uma planta é de 16 a 18 graus. É melhor plantar em uma área bem iluminada, embora canteiros escuros não sejam uma contra-indicação ao plantio.

Recomenda-se umedecer e fertilizar o solo antes da semeadura. Para alimentação, adubo, superfosfato e sal de potássio são usados. O plantio ocorre no final de abril - início de maio, assim que o solo atinge a temperatura desejada.

Para acelerar a germinação das sementes, na véspera do plantio, elas podem ser embebidas por 2 dias em solução de cinzas. Ou coloque em um saco de gaze e mergulhe em água morna (não mais de 50 graus). Nesse caso, a água terá que ser constantemente renovada e depois seca.

A colheita será melhor se você plantar corretamente. A distância ótima entre as sementes é de 5 cm, a profundidade de plantio é de 2 cm, é melhor semear o endro em fileiras, só neste caso será necessário desbastar os brotos germinados.

Variedades folhosas de endro são caracterizadas por boa germinação, mesmo em condições climáticas adversas.

Observação! O endro não aceita um ambiente ácido, portanto, as verduras não podem ser plantadas no solo após a calagem.

Recursos de cuidado

Cuidar do endro não requer muito esforço, mas todo jardineiro deve compreender suas características. Em primeiro lugar, os rebentos que começam a brotar são desbastados. As plantas não devem estar a menos de 5 cm umas das outras. Caso contrário, as mudas vão parar de se desenvolver.

As ervas daninhas devem ser removidas a tempo, pois seu crescimento é abafado pelo endro jovem. Também é importante lembrar sobre como umedecer o solo, a seca vai levar ao amarelecimento da vegetação. A rega é melhor feita à noite, uma vez a cada 2-3 dias.

Com a probabilidade de geadas noturnas, as mudas são recobertas com polietileno. Mudanças repentinas de temperatura podem destruir completamente a colheita.

Vantagens e desvantagens

A abundância de endro tem uma série de vantagens:

  • altas taxas de rendimento;
  • boa folhagem;
  • pouco exigente para o solo (com exceção de solos ácidos);
  • cuidado despretensioso;
  • não requer tratamento térmico preliminar antes do uso;
  • pode ser cultivado com quase todas as culturas de jardim;
  • suculência e aroma de verduras;
  • a possibilidade de armazenamento a longo prazo de várias maneiras.

As desvantagens incluem intolerância a baixas temperaturas. Mesmo pequenas geadas podem arruinar a colheita, por isso é recomendado cobrir o endro com filme plástico à noite.

Pragas e doenças

Às vezes, a planta está exposta a infortúnios. Considere as doenças mais comuns da variedade:

  1. Peronosporose. As condições ideais para a doença são um clima úmido e quente. Primeiro, o lado externo das folhas fica amarelo, depois a parte de trás é coberta por uma flor branca. Aos poucos, a lesão se espalha para outras partes da planta: brotos, guarda-chuvas. As plantas afetadas pela peronosporose morrem rapidamente. O carbonato de sódio e o sabão em pó são usados ​​para combater a doença. 20 gramas de componentes são diluídos em 5 litros de água, após o que as plantas afetadas são tratadas.
  2. Oídio. Afeta as plantas de qualquer região, inclusive no cultivo em estufas. Via de regra, a doença é precedida por clima úmido e quente por um longo período. A lesão se manifesta por uma flor esbranquiçada nas folhas, semelhante a uma teia de aranha. Aos poucos, a área afetada cresce e leva à morte da planta. Se forem detectados sinais de doença, o endro é imediatamente pulverizado com uma solução fraca de oxicloreto de cobre ou permanganato de potássio.
  3. Cercosporose. Uma característica da doença é o aparecimento de manchas escuras com pontos em todas as partes do endro. Quando os esporos amadurecem, o endro é coberto por uma densa floração branca. A circosporose também é uma doença perigosa que, na ausência de medidas oportunas, leva ao murchamento da planta afetada. A cura para esta doença é o oxicloreto de cobre. Em 5 litros de água, 20 g da substância são diluídos e as plantas afetadas são pulverizadas regularmente.
  4. Fusarium murchando. Tanto as sementes infectadas quanto as altas temperaturas do ar ou rega excessiva podem provocar a doença. Inicialmente, as folhas inferiores são afetadas, gradualmente as folhas superiores e o caule são envolvidos no processo patológico. Esta se manifesta por uma cor amarelo-avermelhada, que rapidamente leva ao murchamento completo do endro. Nas primeiras manifestações de amarelecimento ou vermelhidão, as plantas são pulverizadas com Fundazol ou Topsin. O estágio não tratado da lesão é facilmente passível de tal tratamento. Se não foi possível salvar a planta, ela é retirada do jardim junto com a raiz.

Para evitar danos às verduras, antes do plantio, é recomendável mergulhar as sementes em água morna ou tratar com uma solução de permanganato de potássio. Esses métodos simples irão minimizar os riscos de lesões. Para não provocar o desenvolvimento de doenças infecciosas do endro, não se deve plantar os canteiros de perto.

Como as verduras são consumidas frescas, não é recomendável recorrer a produtos químicos para obter ajuda. É aconselhável cuidar da prevenção de doenças na fase de preparo das sementes.

Coleta e armazenamento

Quando a planta atinge 15 cm, é colhida para verdura. Isso ocorre 20-25 dias após a germinação. Antes de cortar, as verduras são borrifadas com água. O endro jovem é mantido fresco por vários dias. As verduras são armazenadas de várias maneiras: congelamento, secagem, conservação.

Para secar as verduras, são recolhidas em cacho, lavadas em água fria e colocadas para secar em local seco. Quando começa a quebrar sem esforço nas mãos, é dobrado em sacos de pano ou vertido em uma jarra de vidro. O endro, junto com os guarda-chuvas, é mantido pendurado.

Apesar da facilidade de secagem, a maioria dos jardineiros prefere manter suas verduras congeladas. Assim, substâncias úteis são armazenadas nele. As partes cortadas do endro são bem lavadas, secas e picadas finamente. Em seguida, as verduras são dispostas em sacos plásticos e enviadas para armazenamento no freezer.


Assista o vídeo: Corte o endro para salada e outros pratos