Amarena

Amarena

O plantio


Prima apertada de cereja, a amarena é uma fruta com sabor ácido que se presta bem ao consumo fresco e à preparação de conservas e pratos doces e salgados. Sua planta, o prunus cerasus ou cereja azeda, é muito resistente e se adapta facilmente a todos os solos. Não requer cuidados especiais e, portanto, é uma das árvores frutíferas mais fáceis de cultivar. Além disso, é uma esplêndida planta ornamental, tanto na primavera, quando os galhos são cobertos por delicadas flores brancas, quanto no verão, com seus suculentos frutos vermelhos. Para plantar essa árvore, basta cavar um buraco no chão e colocar fertilizante orgânico no fundo, como adubo ou composto. Se o solo for calcário e pobre em ferro, é melhor adicionar um suplemento para evitar a clorose. Uma vez que a planta é inserida, o buraco pode ser preenchido cobrindo as raízes. Deve ser regada diariamente, mas não exagere. Água estagnada que possa causar podridão das raízes deve ser evitada. Portanto, se o solo for muito compacto, você poderá substituir parte dele por areia para ajudar na drenagem.

Poda



A cerejeira negra não precisa de muito cuidado e cresce rapidamente. Adapta-se facilmente a diferentes ambientes, suportando climas quentes e secos, bem como invernos bastante rigorosos. Portanto, pode ser cultivada em todas as regiões. A poda também não é particularmente exigente. Nos primeiros anos, tem a função de dar à coroa a forma correta. No primeiro ano, no início da primavera, é suficiente verificar as extremidades dos galhos para favorecer seu crescimento. O segundo e o terceiro anos devem eliminar todos os ramos que crescem para dentro e deixar apenas os que estão voltados para o exterior. Isso cria uma coroa em forma de leque que permite que o sol e o ar alcancem todos os galhos. Nos anos seguintes, é aconselhável eliminar também os galhos que apontam para cima, pois eles produzem apenas folhas e removem a nutrição dos galhos que dão frutos. Além dessas intervenções, a planta deve ser podada o mínimo possível, limitando-a a emagrecer quando ficar cheia demais.

Fertilização



A cereja ácida pode crescer em qualquer tipo de solo sem dificuldade. No entanto, para promover o crescimento de cerejas ácidas, é útil intervir com fertilizantes orgânicos e suplementos de nitrogênio e ferro. Nos primeiros anos de vida, não é necessário fertilizar a planta. Após a primeira frutificação, que ocorre entre o terceiro e o quarto anos, adubo ou composto pode ser usado para nutrir o solo. Deve ser utilizado no final da colheita de frutas, entre junho e julho. Um produto químico rico em nitrogênio orgânico pode ser adicionado ao fertilizante orgânico, uma substância que a planta precisa muito. Além disso, especialmente na presença de solos calcários, é aconselhável usar um suplemento de ferro. A falta desse elemento pode de fato causar clorose, ou o amarelecimento das folhas e o enfraquecimento da saúde do amareno.

Amarena: exposição e doenças



A cerejeira negra ama o sol. Portanto, deve ser posicionado em uma área ensolarada e ventilada, evitando ventos fortes. Também seria melhor evitar a exposição ao norte. Suportando o grande calor e a geada do inverno sem problemas, ele não precisa ser plantado em áreas particularmente protegidas. Apesar de ser naturalmente resistente, a cereja ácida está sujeita a infestações de insetos e fungos. Para evitar esses problemas, é possível intervir com antecedência. Antes de tudo, no outono, todas as folhas caídas devem ser colhidas, o que pode abrigar larvas de insetos. Você pode então prosseguir com uma ação anti-criptograma na planta e no solo, para eliminar qualquer possível larva restante. No início da primavera, por outro lado, produtos específicos podem ser usados ​​para evitar o aparecimento de mofo. Finalmente, durante a floração e frutificação, a planta deve ser verificada. De fato, nesse período, o aparecimento de parasitas poderia comprometer a colheita. Nos primeiros sinais, é apropriado intervir para eliminá-los.